fbpx

ENTRAVES NA COMERCIALIZAÇÃO DO HF

ENTRAVES NA COMERCIALIZAÇÃO DO HF

ENTRAVES NA COMERCIALIZAÇÃO DO HF

O setor agrícola no Brasil cresce a cada ano que passa, contribuindo com a economia e reforçando a ideia do país agrícola que alimenta o mundo. No ano de 2019 o PIB do agronegócio cresceu 3,81%, representando 21,4% do total do produto interno bruto, de acordo com o Cepea (2020). Porém, nem todos os frutos desse aumento são divididos entre os protagonistas da cadeia produtiva.

Grande parcela da produção de alimentos no país, principalmente na hortifruticultura, vem de pequenos e médios produtores, sãos eles que constituem o elo mais importante e mais frágil dos alimentos que estão diariamente na mesa dos brasileiros.

Umas das grandes dificuldades encontradas pelo homem no campo é a melhoria da comercialização de seus produtos. A comercialização do hf é uma das maiores responsáveis pela renda do produtor e fica muita vezes sujeita a fatores que influenciam negativamente no lucro final. Alguns deles são:

  • Oscilação de preços;
  • Atravessadores;
  • Logística de transporte;
  • Exigência de mercado.

ENTRAVES NA COMERCIALIZAÇÃO DO HF

Oscilação de preços

Os preços nos mercados agrícolas costumam ser muito mais voláteis do que em outras indústrias. Isto por conta do fornecimento poder variar devido às condições climáticas, mercado, lei da oferta e demanda, dentre outras variáveis que contribuem para a instabilidade.

As condições climáticas, por exemplo, podem desfavorecer a produção, aumentando pragas e doenças, longos períodos de estiagens e imprevistos que causam grandes perdas na produção e consequentemente diminuição dos lucros.

 Uma queda acentuada na produção, automaticamente eleva os preços dos produtos e a receita do agricultor. Porém, a susceptibilidade do produtor fechar as portas é grande. Já, se houver excesso de oferta os preços podem cair abaixo do custo.

Outra condição é quando os preços ficam presos em um ciclo de volatilidade cada vez maior. Se os preços caírem, muitos agricultores sairão do mercado. A oferta no próximo ano vai cair. Isso faz com que o preço aumente. No entanto, esse preço mais alto funciona como um incentivo para maior oferta. Portanto, no próximo ano a oferta aumenta e os preços despencam novamente!

Atravessadores

Os atravessadores são agentes de comercialização intermediários que ligam o produtor ao consumidor. Normalmente conhecem a região e a dinâmica do mercado regional, assim propõe ao agricultor uma relação de parceria, onde muitas vezes ele compra a produção antes da colheita. O que incentiva a venda por parte do agricultor, pois vêm embutidas algumas facilidades, como a logística do transporte.

Nessa relação de “parceria”, frequentemente o agricultor sai frustrado, pois além dos preços serem sempre muito mais baixos do que na venda direta, nenhuma condição de venda é favorável a sua maior renda por influencia da oscilação dos preços. Na época em que os preços estão altos, a produção é baixa e quando a produção é alta, muitas vezes o mercado está saturado e não tem para quem vender, e quando consegue, os preços são muito baixos podendo até ficar abaixo do seu preço de custo de produção.

Uma solução para esse problema foi encontrada na cooperação entre  agricultores no pólo produtor de melão em Juazeiro (PE) e Petrolina (BA), onde com incentivo governamentais houve um forte desenvolvimento na agricultura dessas regiões e pequenos produtores puderam se integrar a maiores produtores que antes  disputavam  mercado, compartilharam processos e vantagens em comum. O resultado dessa prática foi tão positivo que a comercialização das frutas chegou ao mercado externo e as regiões se tornaram conhecidas pela exportação da fruta.  

Logística de transporte

 Um grande vilão na comercialização do hf é a logística do transporte.  Quando realizado de maneira incorreta sem cuidado com a mercadoria, higiene, condições climáticas e tempo de entrega, a qualidade dos produtos pode ser perdida e grande perdas causadas.  Devido a grande perecibilidade desses produtos, a eficiência desse processo demanda forte gerenciamento da cadeia de abastecimento que muitas vezes está fora do alcance dos produtores.

De acordo com Moori et al. (2015) o transporte rápido, a armazenagem e o sistema de informação presentes nos processos logísticos tornam possível sua eficiência. Esse gerenciamento na logística de transporte pode ter impacto na redução de custos e contribuir para margens de lucros maiores

Exigência de mercado

Na era da informação o consumidor tem se preocupado cada vez mais com a origem dos alimentos que consomem, resumida pela segurança alimentar. Frutas e hortaliças podem sofrer diversos tipos de contaminações microbiológicas e químicos, durante e após a produção, diante disso os cuidados com pós-colheita são primordiais para evitar contaminação e perda da qualidade desses produtos (MATTOS et al., 2009).

A adoção da rastreabilidade onde o manejo da produção pode ser registrado, contribuindo assim com a qualidade dos alimentos pode assegurar as condições sanitárias dos alimentos.

 Apesar da primeira vista a implantação do sistema de rastreabilidade parecer oneroso e desprender um certo tempo para o preenchimento de cadernos de campos, o consumidor está disposto a pagar esse diferencial no produto. Sendo assim, vantajoso para o agricultor, o consumidor e principalmente para o meio ambiente, pois exige a adoção de boas práticas de produção.

Como o gerenciamento da comercialização do hf pode ajudar?

Normalmente em propriedades de pequeno e médio porte, compostas por produtores familiares, a atividade agrícola é pouco profissionalizada. Talvez essa seja a grande variável falha nesse mercado. Independentemente do tamanho da produção, é importante o agricultor conhecer e integrar o mercado consumidor ativamente, pois ele é integrante direto e mais afetado no processo comercial.

O gerenciamento da comercialização do hf é um importante passo para o aumento da renda do produtor rural. Estar mais atento a oscilações do mercado, eliminar atravessadores, por meio da construção de cooperativas e associações que possam unir os pequenos produtores, facilitando o transporte de mercadorias, incentivando agregar valor ao produto com práticas sustentáveis exigidas pelo mercado são saídas que o agricultor pode adotar para eliminar os entraves da comercialização do hf.

Referências

Nenhum comentário

Adicione seu comentário

Fale Conosco pelo WhatsApp